COMPARTILHAR

Consagrado com a camisa 2 alviverde, Cafu faz aniversariante nesta quarta-feira, dia 7 de junho, e marcou história em um dos times mais arrasadores da história recente do futebol brasileiro.

Vale lembrar que o Palmeiras manifestou interesse no lateral quando ele ainda atuava no Zaragoza-ESP, porém, por pertencer anteriormente ao São Paulo, o clube do Morumbi proibiu, por força de contrato, que Cafu se transferisse para um grande time paulista logo na sequência.

O jeito foi realizar uma curta estadia no Juventude, que, na época, tinha o mesmo patrocinador do Verdão, e depois desembarcar no Palestra. O investimento deu resultado, pois, logo em sua segunda partida, marcou duas vezes na vitória por 5 a 1 sobre o Grêmio, em jogo de volta das quartas de final da Copa Libertadores da América.

Ainda foi um dos principais destaques na campanha do título paulista de 1996, no qual o ataque marcou mais de 100 gols. Capitão do pentacampeonato mundial em 2002, Cafu marcou seu nome na galeria de ídolos do Palmeiras e merece os cumprimentos de toda a torcida alviverde.

Ficha técnica de Cafu

Nome: Marcos Evangelista de Moraes
Nascimento: 07/06/1970
Naturalidade: São Paulo-SP
Período: 1995 a 1997
Clube anterior: Juventude-RS
Posição: Lateral-direito
Jogos: 99 (64 vitórias, 19 empates e 16 derrotas)
Gols: 13

Atuação pelo Palmeiras

Estreia: Palmeiras 0x5 Grêmio (26/07/1995)
Primeiro gol: Palmeiras 5×1 Grêmio (03/08/1995)
Último gol: Palmeiras 5×0 Mogi Mirim (18/05/1997)
Último jogo: Palmeiras 1×4 São Paulo (25/05/1997)
Principais títulos: Campeonato Paulista em 1996

Cafu relembra passagem com a camisa do maior campeão nacional