COMPARTILHAR
No meio da foto, Júlio comemora o bronze no Parapan

Os arqueiros do Palmeiras/Raycon não param de conquistar medalhas internacionais. No último fim de semana, foi a vez de Julio Cesar de Oliveira representar a Seleção Brasileira e faturar o bronze por equipes do Campeonato Parapan-Americano de Tiro com Arco, em San José, na Costa Rica.

Brasil, Canadá e Estados Unidos formaram equipes na categoria Composto Masculino. No Estádio Nacional de Costa Rica, Julio e seus companheiros Andrey Castro e Eugenio Franco fizeram uma semifinal equilibrada com os canadenses, mas acabaram perdendo por 223 a 214 e garantiram o importante bronze em preparação aos Jogos Paralímpicos deste ano.

“Nós, atletas, vivemos de medalhas, e cada conquistada é um incentivo e um fôlego a mais para perseguir a próxima. Em reta final para o Rio 2016, isso ajuda a diminuir o stress e a ansiedade para a busca da vaga”, disse Julio.

O palmeirense também esteve mais uma vez entre os principais atletas de todo o continente americano no certame individual. Na fase de classificação, Julio ficou em nono, com 622 pontos dos 720 possíveis. Em seguida, o mexicano Omar Echeverria levou a melhor nas oitavas de final.

Durante toda a última semana, ocorreu ao mesmo tempo o Campeonato Pan-Americano Tiro com Arco, e a delegação brasileira foi a maior dos dois torneios, com mais de 30 atletas. Além disso, o Brasil ainda foi um dos países que mais conquistaram medalhas, exemplo do talento nacional em uma difícil competição.

“Nesta prova, o desafio foi o vento. Atirar dentro de um estádio tem suas complicações. O vento circula dentro da arena e em sentidos alternados, dificultando sua leitura. E tínhamos um forte calor pela manhã e tempestades no período da tarde. Isso complicou o cronograma de prova, os tempos de aquecimento foram reduzidos e os combates aconteceram simultaneamente em toda a linha de tiro. Mas tem o lado positivo da infraestrutura e a beleza do estádio. É sempre uma ótima experiência atirar com esse grau de dificuldade. Apesar de todos ficarem desapontados com a pontuação, é esperado que ela caia neste tipo de situação”, explicou o palmeirense.

De volta ao Brasil, Julio agora se prepara para disputar o Torneio de Ranking Mundial da República Tcheca, em Nove Mesto, na cidade de Praga. A competição será realizada de 11 a 20 de junho e terá um alto nível de qualidade, pois nela os países buscarão as últimas vagas ao Rio 2016. Pela Seleção, o atleta do Palmeiras/Raycon recentemente levou um bronze nas duplas mistas da Arizona Cup, um dos maiores torneios dos EUA e do mundo. Também foi o melhor brasileiro de sua categoria (5º lugar) nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015.