COMPARTILHAR

Caçula deste grupo que busca o hexacampeonato do Mundial Sub-20, Gabriel Jesus dá poucos sinais de ser o mais jovem dos 21 jogadores. Mostra personalidade dentro e fora de campo desde sua primeira convocação para defender a Seleção Brasileira, que ocorreu em 2015 em fase de treinamentos na Áustria.

Paulista da capital, Gabriel nasceu no dia 3 de abril de 1997. Assim como Malcom, o outro jogador desta equipe nascido em 1997, ainda terá idade para disputar um Mundial Sub-20 em 2017. Pronto para o desafio já em 2015, o atacante não se intimida diante da responsabilidade. “Quero vencer sempre. Me preparo para isso. Vestindo a camisa da Seleção e defendendo meu país esse sentimento só aumenta”, afirmou.

Jogar futebol era o sonho de infância. O incentivo familiar foi um empurrão para que ele seguisse seu caminho, mas a vontade veio dele mesmo, como o próprio define. Tudo começou a virar realidade em 2012. Após três semanas de testes no Palmeiras, foi aceito no sub-15 do clube.

Atualmente integrado aos profissionais no Palmeiras, Gabriel, que mora com a mãe Vera Lúcia, dois irmãos e uma irmã – todos mais velhos -, e duas sobrinhas, leva entre 20 e 30 minutos para treinar diariamente. Por sempre ter atuado em um clube de sua cidade, não precisou sair de casa ainda cedo para jogar futebol.

Camisa 10 do Brasil!

Sorridente na concentração, sério durante os treinamentos, Gabriel Jesus deixa claro a todo momento que a camisa amarelinha não pesa para ele. Nem mesmo a número 10, que vestiu pareceu intimidá-lo. Vale lembrar que no Mundial, Gabriel tem jogado mais recuado e já anotou alguns com a camisa da Seleção.