COMPARTILHAR
cobranças

Mesmo garantido na próxima fase do Paulista e com formação alternativa, o elenco alviverde não encarou a derrota como um resultado comum. O clima após o jogo foi de muita cobrança e indignação com o rendimento bem abaixo.

De acordo com matéria do Lance!, o treinador Roger Machado cobrou duramente o atacante Keno pela falta de entrega nas ações defensivas. O jogador ouviu a chamada do comandante em silêncio e não houve qualquer desdobramento.

# Milhares de pessoas já estão ganhando dinheiro apostando na BUMBET, cadastre-se e fature um bônus de boas-vindas!

Capitão no jogo, Fernando Prass cobrou empenho em campo

Diversos atletas chegaram ao vestiário extremamente irritados e repreendendo o elenco em geral. Um dos mais indignados foi o experiente goleiro Fernando Prass, que usou a braçadeira no seu primeiro jogo como titular em 2018. Um dos jogadores mais antigos e líder do elenco, Prass tem moral para fazer cobranças e reconheceu o fraco desempenho do time.

“A gente tem condições de jogar muito melhor do que jogou. Se a gente não tivesse condições, eu não estaria incomodado, inconformado. A gente tem condições e obrigação de jogar muito mais. Isso incomoda a todo mundo, não só a mim”, declarou.

Vale destacar que as cobranças não ocorreram pela primeira vez no ano. O meia Moises, que fez seu segundo jogo na temporada, revelou em entrevista coletiva que os atletas se cobraram depois da derrota em Itaquera. “Cada um expôs o que achou do jogo, o que dá para melhorar”, frisou.

A próxima oportunidade para que o Palmeiras tire a impressão ruim diante de sua torcida ocorre nesta quinta-feira, no Allianz Parque, em mais um clássico. O time de Roger Machado terá pela frente o São Paulo e este será o momento ideal para mostrar que as cobranças surtiram efeito no elenco.

# Entre na BUMBET para apostar nos jogos do Palmeiras e faturar alto!