COMPARTILHAR

O Palmeiras renovou nesta semana os contratos do meia Alan Guimarães e do zagueiro Vitão, ambos da equipe Sub-17. Em março, a dupla ajudou a Seleção Brasileira a conquistar de forma invicta o Sul-Americano Sub-17 do Chile. Alan vestiu a camisa 10 e marcou três gols no jogo do título, enquanto Vitão foi capitão e levantou a taça. Os dois estenderam o vínculo até 2020.

Alan chegou ao Palmeiras há quatro anos, após destacar-se pelo futsal de São Bernardo do Campo, ele também atuou pelo futsal do Verdão e fez a transição para o campo. Vitão jogava pelo PSTC, de Cornélio Procópio-PR, e foi aprovado em uma avaliação do Palmeiras em 2015. Ambos foram campeões pelo clube da Scopigno Cup Sub-17, na Itália, nesta temporada.

“Fico muito feliz, é mais um sonho realizado. Trabalhei bastante e agora é batalhar para continuar realizando esses sonhos. Espero um dia chegar ao Profissional do Palmeiras”, disse Alan.

Atletas são acompanhados de perto pela comissão profissional

Tanto Vitão quando Alan fazem parte do processo de integração entre base e Profissional adotado pelo Palmeiras. Além de serem monitorados e avaliados constantemente pela comissão técnica profissional, eles recebem oportunidades de passarem por intercâmbios de treinamentos junto ao elenco principal. Vitão realizou pré-temporada e ficou no banco de reservas no amistoso contra a Chapecoense, em janeiro.

fifi

“Estou feliz pelo Palmeiras acreditar no meu potencial. Sonho crescer nesse clube e agradeço muito a Deus por tudo que tenho alcançado. Vou seguir trabalhando firme para um dia realizar meu sonho de jogar pelo Profissional”, afirmou Vitão.

Na próxima semana, os dois atletas voltam a defender a Seleção Brasileira Sub-17 em uma semana de treinos, ao lado dos laterais Lucas Rosa e Luan Cândido, também representantes palestrinos. O Brasil se prepara para o Mundial Sub-17 da Índia, em outubro.

Conheça as duas jóias do Palmeiras