COMPARTILHAR

A maioria dos pais não mede esforços para proteger e zelar pelo bem estar dos seus filhos. E este é o caso de Marcos Eduardo Guevara, que está colhendo doações para custear o tratamento de seu filho, João, de apenas seis anos no exterior. Torcedores do Palmeiras, pai e filho contaram com a ajuda de alguns atletas do Verdão para facilitar essa árdua tarefa.

Recentemente, Marcos esteve na porta da Academia de Futebol do Palmeiras, em São Paulo, e conseguiu falar com alguns jogadores.

O goleiro Fernando Prass entrega duas camisas autografadas pelo elenco, um par de luvas, o livro sobre a Copa do Brasil de 2015 e o livro sobre o Enea Campeonato Brasileiro.

Como será realizado o leilão dos itens doados?

Após a visita, a família de Joãozinho optou por realizar um leilão nas redes sociais através da página Sangue Verde. A luva autografada já conta com lance inicial de R$ 1000, sendo que os próximos lances devem ter um adicional de R$ 50.

Os lances devem ser lançados nos comentários. A data limite do leilão é dia 20 de dezembro de 2017.

Entenda a situação do palmeirense Joãozinho

O menino Joãozinho sofre com a Adrenoleucodistrofia, uma doença degenerativa rara. Esse problema atinge as células brancas do cérebro, bem como o sistema nervoso. Além de alterar o metabolismo dos peroxissomos, codificando a síntese da proteína ALDO, relacionada ao metabolismo lipídico.

Atualmente, a incidência de ALD é de cerca de 1 para cada 10.000 indivíduos e a manifestação acontece nos primeiros meses de vida. De acordo com o pai da criança, o único tratamento disponível é realizado no exterior e possui um custo aproximado de R$ 90 mil. Mais informações na página oficial da Campanha Juntos pelo João.