COMPARTILHAR
Guerra Palmeiras jogos 2017

O meia Alejandro Guerra conta com uma marca individual prestes a ser quebrada no Verdão. O jogo desta segunda-feira deve representar a sua maior participação em campo nos últimos anos, desafio que foi apresentado em formato de aposta quando desembarcou na Academia de futebol.

Entre as temporadas que vestiu a camisa do Atlético Nacional, ele jamais jogou mais do que 34 vezes por causa de lesões. Ao passar pelas primeiras avaliações no Brasil, ele firmou uma aposta com o médico do Palmeiras, Gustavo Magliocca: entregar-lhe a camisa do jogo 35º do ano.

“Sim (risos), fiz essa promessa. Porque sou muito agradecido às pessoas. Se tem que ficar a noite toda com o jogador, ele fica. Médicos têm filhos, esposas também. Penso que a melhor forma de agradecer é com um presente”, afirmou Guerra.

# Milhares pessoas já estão ganhando dinheiro apostando na BUMBET, cadastre-se e fature um bônus de boas-vindas!

Cuidando de Guerra? Médico do Verdão ajudou a salvar o “Guerrinha”

Quando o Palmeiras estava no Equador para a primeira partida das oitavas da Libertadores, Guerra recebeu um telefonema da sua esposa. Desesperada, ela não conseguia falar que o pequeno Assael, de 3 anos, tinha se afogado na piscina de casa.

Felizmente, o médico do Palmeiras estava por perto, apanhou o telefone e conseguiu se comunicar com uma das funcionárias de Guerra no Brasil, a fim de explicar os primeiros socorros ao garotinho.

“Me dava vergonha, porque era hora do almoço, e ele não ia almoçar, ficava comigo, ligando para os médicos que estavam tratando do meu filho. Ele respondia “não, fico com você”. Depois que ele voltou de viagem, continuou falando com os especialistas. Tenho que agradecer por toda a vida, porque se trata da vida do meu filho. Até hoje ele me pergunta como está meu bebê. São pessoas que têm grande coração”, revelou o venezuelano.

Segredos de Guerra: cuidado, treino especifico e ciência esportiva

O médico Gustavo Magliocca explica como venceu a aposta. “Estou perto de ganhar (risos), com certeza vou cobrar. Fico muito feliz porque tinha uma preocupação de que ele rendesse no Palmeiras mais de 34 jogos. Entendíamos que ele tinha necessidades individualizadas. Em cima delas, construímos um calendário que, hoje, tenho segurança em dizer, resultará na melhor temporada dele nos últimos três anos. Pelo menos em número de participações”, declarou.

Além disso, a expectativa é de que a temporada 2018 de Guerra seja ainda melhor. “Protegemos, aprendemos, estudamos, para na próxima temporada evoluirmos. Essa é a importância de conviver uma temporada cheia com o atleta, levantar todas as variáveis, todos os marcadores, para poder ver as deficiências, ir em cima dos potenciais e explorar melhor quando tiver o cara inteiro de novo na mão, desde a pré-temporada”, finalizou o médico.

# Entre na BUMBET para apostar nos jogos do Palmeiras e faturar alto!