COMPARTILHAR

Rogério Ceni, na boa, acho que já deu né?

Com três gols bonitos, com direito a um de placa, o Palmeiras atropela o São Paulo no Allianz Parque e vence o primeiro clássico na nova casa palmeirense.

Enfim, uma vitória convincente do Palmeiras este ano.

O Verdão convivia em 2015 com um incômodo jejum de não ter vencido nenhum time da Série A, faltava uma boa partida. Mas a equipe alviverde deu conta do recado e encerrou o “tabu” de forma espetacular na noite desta quarta-feira(25), pela 12ª rodada do Paulistão.

O primeiro “Choque-Rei” no Allianz Parque, em São Paulo, foi de um time só. Com falha de Rogério Ceni, a performance dos palmeirenses e as expulsões de Rafael Tolói e Michel Bastos, o Palmeiras abriu o placar cedo e deu um show.

O resultado? Palmeiras 3×0 São Paulo.

O JOGO

Como disse Zé Roberto no começo da temporada, é hora de bater no peito de quem está do seu lado e dizer: “O Palmeiras é grande!”. O Verdão dominou o jogo nos 90 minutos. Os mais de 25 mil torcedores viram um Palmeiras diferente, atropelando o Rival. O placar foi 3×0, mas poderia ter sido mais pelas inúmeras chances criadas.

Logo com dois minutos de jogo, Rogério Ceni saiu jogando de forma estranha, foi chutar para frente, pegou mal na bola e tomou um golaço espetacular de Robinho. Mais tarde, com a torcida eufórica, Rafael Tolói foi expulso, que revidou leve cotovelada na barriga de Dudu com um chute no adversário fora do lance.

Dudu, disoutado por São Paulo e Corinthians no início do ano, estava em dia inspirado. Os palmeirenses perderam um caminhão de gols, mas ainda aumentaram antes do intervalo com Rafael Marques, após passe de Dudu.

No segundo tempo, a tentativa de mudança de Muricy foi sacar o apagadíssimo Paulo Henrique Ganso para a entrada de Centurión, mas não deu muito certo. Logo no início da etapa final, Rafael Marques fez o segundo na partida, em falha da marcação adversária.

Bastante superior, o time alviverde desperdiçou infinidade de contra-ataques. Já o time do Morumbi perdeu Michel Bastos, expulso por entrada com as solas levantadas em Arouca.

Ficou barato, hein, São Paulo?

Ambos os times estão classificados, mas o Palmeiras leva vantagem para poder mandar as quartas de final na cidade paulistana. (O pior dos três grandes da cidade, terá que mandar o jogo no interior).

O Palmeiras tem 27 pontos na liderança do Grupo 3, enquanto os são-paulinos têm 26 pontos, na primeira posição do Grupo 1.

Na próxima rodada, neste fim de semana, terá Red Bull x Palmeiras e São Paulo x Linense, ambos no domingo(29).

GOLS:

Palmeiras 1 x 0 São Paulo – 2 min do primeiro tempo
Rogério Ceni chutou mal da entrada da área ao tentar lançar e Robinho, de muito longe, viu o goleiro adiantado, dominou e acertou um espetacular chute por cobertura. Ceni tentou pular, mas já era tarde. UM GOLAÇO ! GOL DE PLACA !

Palmeiras 2 x 0 São Paulo – 22min do primeiro tempo
Dudu carregou em contraataque carregando dois defensores do São Paulo, e na entrada da área, fez o passe. A bola passou por Robinho, mas não por Rafael Marques, que invadiu e bateu em chute cruzado.

Palmeiras 3 x 0 São Paulo – 6min do segundo tempo
Zé Roberto dominou pelo lado esquerdo da área, após bom passe de Arouca, que caprichou o passe e Rafael Marques ampliou em lindo chute de primeira.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X SÃO PAULO

Data: 25 de março de 2015, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e João Edilson de Andrade
Gols: Robinho, 3′-1ºT (1-0); Rafael Marques, 23′-1ºT (2-0); Rafael Marques, 6′-2ºT (3-0)
Cartões amarelos: Zé Roberto, Vitor Hugo (Palmeiras); Ganso (São Paulo)
Cartões vermelhos: Rafael Toloi, Michel Bastos (São Paulo)

PALMEIRAS: Fernando Pras; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Arouca e Gabriel; Dudu (Leandro Pereira), Rafael Marques e Robinho (Alan Patrick); Cristaldo (Gabriel Jesus)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Lucão, Tolói e Carlinhos; Denilson, Hudson, Ganso (Centurión) e Michel Bastos; Pato (Edson Silva) e Alan Kardec (Boschilia)
Técnico: Muricy Ramalho

Fotos: Marcos Bezerra / Futura Press – Cesar Greco/Ag.Palmeiras

Apenas Diferente, por Dennys Gonçalves de Carvalho

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

O post Só 3? E foi pouco. Palmeiras vence, convence e faz uma partida de tirar o chapéu. [Palmeiras 3×0 São Paulo] apareceu primeiro em Canelada.